Dividendos e Juros Sobre Capital Próprio: recebendo proventos de suas ações

Quem investe no mercado de renda variável tem diversos objetivos financeiros relacionados à sua carteira de ações – a maior parte deles, interligados a metas de médio e longo prazo. Conquistar uma boa aposentaria, por exemplo, é um dos principais objetivos de investidores que fazem aportes em no mercado de ações.

O que muitos não sabem é que, mais do que lucrar com a valorização dos ativos, é possível receber proventos regularmente das empresas às quais você é sócio – seja por meio do recebimento de dividendos ou dos juros sobre capital próprio (JCP).

Neste artigo você descobrirá como receber proventos de suas ações e aprenderá a escolher as melhores empresas pagadoras – que lhe proporcionarão uma renda recorrente no longo prazo. Continue a leitura e saiba mais!

Dividendos e Juros Sobre Capital Próprio

Existem duas maneiras de receber proventos de suas ações: através do pagamento de dividendos ou dos juros sobre capital próprio (JCP). E, apesar de terem o mesmo objetivo –remunerar o acionista, estes pagamentos são um pouco diferentes entre si.

Confira a seguir o que são dividendos e JCP:

Dividendos

Os dividendos são frações do lucro líquido de uma empresa, que são distribuídos aos acionistas desta companhia – de acordo com a quantidade de ações que o investidor possui.  Cada empresa define um calendário próprio e uma porcentagem variável para remunerar seus acionistas. No Brasil, estes pagamentos – que acontecem de tempos em tempos – costumam ocorrer trimestral, semestral ou anualmente.

Atualmente, os dividendos pagos aos acionistas não sofrem a incidência de Imposto de Renda – que é recolhido pela própria empresa, antes de fazer a distribuição dos lucros aos seus sócios.

Juros Sobre Capital Próprio (JCP)

Os juros sobre capital próprio têm o mesmo objetivo que os dividendos: remunerar o acionista. Esta remuneração é feita de forma idêntica pelas empresas de capital aberto. A principal diferença entre os dividendos e o JCP, entretanto, está na tributação.

Diferente dos dividendos, incide sobre o JCP 15{c5c21b4e63b9705c4329bc46739b871ed8ee4b2fd3588df48c3b78e50cd3e4d4} de Imposto de Renda, que é retido na fonte. Por isso, na hora de verificar o JCP ao qual você tem direito por ser acionista de uma determinada empresa, é fundamental que você verifique se o valor anunciado é bruto (sem impostos) ou líquido (já descontados os impostos).

Distribuição de proventos no Brasil

No ano passado, as empresas de capital aberto da bolsa de valores brasileira (B3) distribuíram a maior quantia de dividendos e JCP desde 2014. Segundo a empresa Economatica, as companhias listadas na B3 distribuíram, em 2017, R$ 79,6 bilhões em dividendos aos seus acionistas.

Ainda de acordo com a Economatica, o crescimento na distribuição de proventos em 2017 no Brasil foi de 13,31{c5c21b4e63b9705c4329bc46739b871ed8ee4b2fd3588df48c3b78e50cd3e4d4} na comparação com 2016. Mais de 250 empresas listadas na B3 remuneraram seus acionistas ao longo do ano passado.

Escolhendo as melhores empresas

Você já deve ter percebido que receber proventos das ações que possui na sua carteira é uma excelente maneira de aumentar seus ganhos com renda variável. Mas, como escolher as melhores empresas para receber estes dividendos ou JCP?

Descubra a seguir:

RI – Relações com Investidores

A maneira mais fácil de identificar as melhores pagadoras de dividendos é consultando o site de RI – Relações com Investidores – das companhias de seu interesse. É neste espaço que as S/As costumam divulgar seus números, relatórios, balanços e as informações sobre pagamento de dividendos aos acionistas.

Dividend yield

Você também pode verificar se uma empresa  é ou não uma boa pagadora de proventos por meio do dividend yield, que nada mais é que a relação entre os dividendos ou JCP pagos a um acionistas e a cotação das ações desta mesma companhia na bolsa.

Uma empresa que possui um alto percentual de dividend yield, portanto, costuma pagar uma quantia generosa de dividendos aos seus acionistas. Quando uma companhia que possui um baixo percentual de dividend yield, por outro lado, significa que esta empresa não paga altos proventos aos investidores.

Fundamentos e resultados

Além de analisar o histórico de pagamento de proventos, no entanto, o investidor deve se atentar à saúde financeira das empresas, aos seus fundamentos como um todo, e à capacidade destas companhias em gerar lucros. Afinal, sem lucro, não há distribuição de dividendos.

Em geral, empresas de segmentos mais consolidados – que não costumam precisar realizar altos investimentos ao longo do tempo e que têm uma base sólida e receitas recorrentes – como é o caso de empresas do segmento de energia.

De acordo com um ranking elaborado pela XP Investimentos no mês de agosto de 2018, a AES Tietê (TIET11), poderá ser um dos principais destaques da bolsa em 2019 em se tratando de pagamento de proventos. Segundo a corretora, a companhia do setor de energia deve pagar um dividend yield de 14,20{c5c21b4e63b9705c4329bc46739b871ed8ee4b2fd3588df48c3b78e50cd3e4d4} no ano que vem aos seus acionistas.

Saiba mais sobre este ranking clicando aqui.

Conclusão

Se você já investe em ações ou pensa em aportar parte do seu capital em renda variável visando o longo prazo – como a sua aposentadoria e sua independência financeira, por exemplo, talvez este seja um bom momento para começar a montar uma carteira de ações com foco em dividendos.

Desta forma, você conseguirá lucrar não apenas com a valorização do seu portfólio, mas também com o recebimento de dividendos de boas empresas. Se reaplicados ao longo dos anos, estes dividendos e juros sobre capital próprio podem impulsionar seus investimentos e multiplicar seu patrimônio.

Pense nisso!

André Barbirato

Formado em marketing, encontrou no mercado financeiro sua verdadeira vocação. Possui certificação ANCORD e mais de 8 anos de experiência no mercado de capitais. Atualmente é sócio de um escritório de investimento e head de mesa de renda variável. É também o criador do blog Eu Posso Investir!?.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *