Gigantes dos EUA: Apple e Microsoft valem mais que toda a bolsa brasileira

As gigantes norte-americanas Apple, Microsoft e Google ultrapassaram, neste mês de janeiro, a marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado cada uma. A Apple, que foi a primeira empresa nos Estados Unidos a alcançar este patamar em 2018, voltou a fazer parte do seleto grupo de empresas que têm valor de capitalização superior a US$ 1 trilhão.

Esta marca talvez não surpreenda tanto aqueles que acompanham as altas cifras inerentes ao mercado de capitais ao redor do mundo. Mas, e se você soubesse que duas destas empresas vale mais do que a soma de todas as companhias listadas na bolsa brasileira?

É exatamente este o caso, de acordo com um levantamento da empresa de informações financeiras Economatica. Segundo a Economatica, tanto a Apple quanto a Microsoft superam, cada uma delas, o valor de mercado de todas as empresas brasileiras listadas na bolsa brasileira B3 somadas.

Apple e Microsoft: colossais que valem mais que a B3

Na última segunda-feira (20), de acordo com a empresa de informações financeiras, o valor de capitalização da Apple na bolsa norte-americana Nasdaq era de US$ 1,416 trilhão. Já a Microsoft valia US$ 1,275 trilhão.

A soma do valor de mercado de todas as companhias listadas no mercado brasileiro, por sua vez, alcançou o patamar dos US$ 1,16 trilhão no mesmo dia. Enquanto isso, o Google valia US$ 1,021 trilhão – aproximando-se também do valor de mercado de toda a B3.

O valor de mercado de uma companhia de capital aberto é calculado a partir da multiplicação do valor de cada ação pelo total de papéis disponíveis no mercado financeiro.

O maior mercado do mundo em alta

Os números levantados pela Economatica evidenciam a evolução do mercado norte-americano nos últimos meses. Isso porque, em janeiro de 2019, toda a bolsa brasileira valia US$ 1,018 trilhão.

Na época, no entanto, o valor de mercado da Microsoft era de US$ 801 bilhões, enquanto a Apple valia US$ 785 bilhões – seguida pelo Google, com valor de capitalização estimado em US$ 779 bilhões. Um avanço de até 45% em um ano.

Vale destacar também que o mercado de ações dos EUA é o maior do planeta. Além de as bolsas norte-americanas concentrarem muitas das maiores companhias do mundo, a liquidez e o tamanho do mercado acionário dos EUA são muito superiores na comparação com o tamanho e a liquides da bolsa brasileira B3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *