Você sabe quem é o homem mais rico do Brasil? Descubra!

Todos os anos são divulgadas listas com as pessoas mais ricas do mundo. Elas reúnem os bilionários que mais se destacam por sua fortuna. Diante disso, é comum se perguntar quem é o homem mais rico do Brasil — e quem são as outras pessoas que fazem parte desse ranking.

Conhecer a trajetória dessas pessoas, além de satisfazer a curiosidade, pode ser uma inspiração. Entender de onde saíram, como construíram o patrimônio e os desafios superados na vida pode trazer muitos insights para você alcançar seus objetivos.

Quer saber quem é o homem mais rico do Brasil? Descubra a seguir e conheça também outros nomes que compõem a lista da Forbes!

Quem é o homem mais rico do Brasil?

A lista de homens mais ricos é formulada pela Forbes anualmente. A última divulgada foi a de 2020, publicada em setembro daquele ano. Na época, o homem mais rico do Brasil era Joseph Safra — aos 81 anos, com patrimônio acumulado de R$ 119,08 bilhões.

Porém, ele faleceu em dezembro de 2020, fazendo com que o primeiro lugar passasse a ser ocupado por Jorge Paulo Lemann. Aos 80 anos, seu patrimônio era de R$ 91 bilhões na época de divulgação da lista da Forbes.

A trajetória de Jorge Paulo Lemann

Nascido no Rio de Janeiro, mas com raízes suíças, ele tem dupla cidadania. É formado em economia e morou por um período na Suíça após a formatura, trabalhando no Credit Suisse. O retorno ao Brasil aconteceu apenas no final da década de 1960.

Aqui, Lemann foi o fundador do Banco Garantia e investiu em ações de diversas empresas, como as Lojas Americanas, a Brahma e a Antarctica. Ainda, é sócio da G3 Capital, um grupo que comprou grandes redes como o Burger King e a Heinz.

O empresário também é o dono da Ambev, que faz parte da Anheuser-Busch Inbev ou AB Inbev – a maior empresa fabricante de cervejas. O seu currículo de parcerias se destaca. Ele é, por exemplo, amigo pessoal e sócio de Warren Buffett — norte-americano referência quando se fala em investimentos.

Devido aos seus relacionamentos com megainvestidores e a sua trajetória de crescimento, Lemann ganhou o título de “conquistador da América”. O reconhecimento foi concedido pela revista Forbes em 2014. Em 2020, ele era o 129º homem mais rico do mundo.

Vale destacar que Lemann ocupou o primeiro lugar no ranking de mais ricos do Brasil entre 2003 e 2019. Somente em 2020 é que ele perdeu a posição para Joseph Safra.

Quais são os outros nomes na lista dos mais ricos do Brasil?

Sem dúvidas, a trajetória de Lemann é inspiradora. Então que tal conhecer outras pessoas que fizeram parte do ranking dos mais ricos de 2020?

A seguir, você saberá mais sobre a história e trajetória financeira dos principais nomes da lista!

Joseph Safra

Você já viu que, em 2020, Joseph Safra ocupava o posto de mais rico do Brasil. Ele também estava na 39ª posição entre os homens mais ricos do mundo. Na verdade, o bilionário era libanês, mas veio para o Brasil tentar construir a vida e foi naturalizado brasileiro.

Em 1955 ele herdou o Banco Safra, que foi fundado por seu pai e é um dos maiores bancos de controle privado do Brasil. Toda a sua trajetória foi baseada em conservadorismo para manter a segurança do Banco.

Tudo foi aprendido com seu pai, com quem trabalhou desde a adolescência. Contudo, a construção de seu patrimônio não se limitou ao banco brasileiro. Ele também fundou o Safra Sarasin, na Suíça, e o Safra National Bank, nos EUA.

Joseph Safra investiu, ainda, no mercado imobiliário e era dono da Chiquita Brands – maior produtora de bananas no mundo. Os resultados de suas decisões de investimento apareceram: ele se tornou o banqueiro mais rico do mundo.

Eduardo Saverin

Se você assistiu o filme “A Rede Social” provavelmente já está familiarizado com a história de Eduardo Saverin. Brasileiro, ele foi criado em Miami, nos EUA, e fez faculdade em Harvard.

No seu primeiro ano na universidade, tornou-se amigo de Mark Zuckerberg. Juntos, eles lançaram o Facebook em 2004, sendo que Saverin trabalhava na parte financeira e de negócios da empresa.

No entanto, eles tiveram desavenças que culminaram em ações judiciais.  O seu reconhecimento como co-fundador aconteceu somente quando tanto ele quanto Zuckerberg ingressaram com processos.

Todavia, a questão foi resolvida fora dos tribunais. Por meio do acordo, Saverin conseguiu ser reconhecido novamente como cofundador da rede social e detém 2% das ações da empresa. Isso faz com que ele seja um dos maiores acionistas individuais.

Em 2015, o empresário também fundou a B Capital Group — um fundo de capital de risco em Singapura, onde mora atualmente. O foco da empresa é o investimento em startups.

Saverin é o mais jovem da lista dos mais ricos do Brasil. Em 2020, aos 37 anos, a sua fortuna era estimada em R$ 68,12 bilhões.

Marcel Herrmann Telles

O quarto nome da lista divulgada em 2020 é de Marcel Herrmann Telles, economista e empresário. Sua fortuna foi avaliada em R$ 54,08 bilhões. Curiosamente, sua carreira iniciou na corretora Garantia, que pertencia à Lemann. Em menos de 2 anos ele conquistou a posição de sócio.

Em 1989 ele comprou a Brahma, que se fundiu à Antarctica em 1999 para formar a Ambev. Futuramente, surgiria a InBev, que já foi citada anteriormente. O empresário também é sócio da 3G Capital.

Logo, é possível perceber a sua relação mais próxima a Lemann. Ambos participaram juntos de grandes investimentos – que colaboraram com a construção do patrimônio bilionário. Há, ainda, um terceiro sócio – e amigo, que participou da trajetória de sucesso de Telles.

O nome dele é Carlos Alberto Sicupira, que também está no ranking dos mais ricos do Brasil com R$ 42,64 bilhões. Ele é o quinto colocado, seguindo Telles no ranking.

Como você viu, o homem mais rico do Brasil – e os demais nomes que seguem na lista – contam com trajetórias diversas. Porém, é possível perceber que a construção ou a manutenção do patrimônio deles exigiu que soubessem investir bem. Portanto, vale a pena conhecer as histórias para se inspirar nas suas decisões!

Gostou do conteúdo? Quer acompanhar outras dicas e curiosidades sobre o mercado financeiro? Siga as nossas redes sociais: Facebook, Instagram e YouTube!

André Barbirato

Formado em marketing, encontrou no mercado financeiro sua verdadeira vocação. Possui certificação ANCORD e mais de 8 anos de experiência no mercado de capitais. Atualmente é sócio de um escritório de investimento e head de mesa de renda variável. É também o criador do blog Eu Posso Investir!?.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *