Pirâmide financeira: o que é e como não cair nesta armadilha?

O que é pirâmide financeira, como não cair em pirâmides financeiras, pirâmides financeiras, golpes financeiros, golpe financeiro, marketing multinível, JJ Invest, Ponzi, Bernard Madoff, promessa financeira, o que são pirâmides financeiras

Você já ouviu falar de pirâmide financeira? Descubra o que são pirâmides financeiras e saiba como não cair nessa armadilha!

 

Se você costuma acompanhar o noticiário de finanças e investimento certamente já se deparou com alguma matéria ou artigo sobre pirâmide financeira. Trata-se de um crime que, infelizmente, é cada vez mais comum – e do qual muita gente ainda é vítima.

Para evitar cair nessas armadilhas, o melhor que você pode fazer é munir do máximo de informações possíveis sobre o tema. Assim, estará muito mais protegido desse tipo de golpe e não perderá dinheiro com eles.

Então, que tal saber mais sobre o que são e como funcionam as pirâmides financeiras? Continue a leitura deste post e aprenda a identificar uma pirâmide financeira!

O que é uma pirâmide financeira?

Os golpes financeiros são antigos e existem, possivelmente, há milhares de anos. E a verdade é que, infelizmente, deverão fazer parte do nosso cotidiano ainda por muito tempo.

Afinal, em todo o mundo existem inúmeras pessoas lucrando a partir da aplicação de pequenos (ou grandes golpes). Isso não deve ser novidade para você, certo?

E é exatamente dentro deste contexto que surgiram as pirâmides financeiras. Trata-se de esquemas fraudulentos, nos quais um indivíduo ou empresa faz uma proposta irrecusável a investidores, a partir de modelos de negócios não sustentáveis.

Neste tipo de golpe, é comum que pessoas ou empresas apresentem a interessados propostas tentadoras de dinheiro fácil ou investimentos com altos rendimentos.

Se você conhece um pouco sobre o mundo dos investimentos sabe que nada vem fácil quando o assunto é rentabilidade financeira. É preciso organização, foco, aportes frequentes e muita disciplina para fazer seu dinheiro render.

Além disso, para buscar por melhores rendimentos, é sempre preciso abrir mão de liquidez ou da segurança na hora de investir. Contudo, em uma pirâmide financeira, a proposta aparenta ser muito mais atrativa.

Não é incomum que golpistas abordem investidores com propostas tentadoras de alta rentabilidade e poucos riscos. Muitas vezes, a promessa inclui também altas somas de dinheiro em pouquíssimo tempo – mais um indício de fraude.

Para compreender melhor o assunto, é importante conhecer em detalhes o funcionamento das pirâmides financeiras.

Como as pirâmides financeiras funcionam?

Para evitar cair em armadilhas, é fundamental entender o modus operandi desses golpistas. Você já entendeu que, para tentar atrair suas vítimas, os golpistas são bastante persuasivos – prometendo lucros a partir de um negócio que, em tese, se mostra bastante seguro.

Contudo, uma das principais características da pirâmide financeira é justamente a falta de segurança. Por mais tentadora que a proposta pareça ser, todo esquema de pirâmide financeira é um negócio insustentável. Assim, em algum momento, ele irá ruir.

Você consegue compreender melhor como funciona uma pirâmide financeira imaginando justamente uma pirâmide. Nestes golpes transformados em “oportunidades”, a base da pirâmide é composta por novos investidores. E é exatamente esta base que alimenta os ganhos dos indivíduos do topo.

O problema é que este negócio só se mantém sustentável enquanto novos investidores são captados. Sem o dinheiro destes investidores que sustentam a base, toda a pirâmide se desmantela – e, assim, muitos investidores se tornam vítimas, perdendo o capital investido no esquema.

Vale destacar que, em muitas situações, sequer existe um negócio, produto ou serviço envolvido na pirâmide financeira. É bastante comum que estes golpes sejam nutridos apenas com promessas de ganhos – e, consequentemente, com o aporte de novas vítimas até que o negócio se torne insustentável.

Marketing multinível e as pirâmides financeiras

Agora você já sabe o que é e como funcionam as pirâmides financeiras – e está dando os primeiros passos para se proteger deste tipo de golpe. Entretanto, ainda é importante saber identificar quando um negócio é, de fato, um esquema fraudulento.

Muitas pessoas, no Brasil e no mundo, costumam confundir a pirâmide financeira com os negócios de marketing multinível – como a venda de cosméticos a partir da composição de uma equipe de vendedores, por exemplo.

Tenha em mente que, por mais que envolva o recrutamento de novas pessoas, este tipo de negócio multinível não é considerado fraudulento. Afinal, estão sendo oferecidos serviços e produtos aos consumidores – e o negócio tende a ser sustentável e legal.

Este formato de vendas é, inclusive, bastante comum não apenas no mercado brasileiro, mas em outros lugares do mundo. Portanto, oferecer a amigos, familiares ou conhecidos comissionamentos pela entrada em um determinado negócio que venda um produto ou serviço, de fato, não é ilegal.

Por outro lado, as pirâmides financeiras, como você já sabe, tendem a ser um negócio de fachada.

Marketing multinível ou pirâmide financeira: como diferenciar?

Para diferenciar o marketing multinível de um golpe financeiro, é possível avaliar alguns pontos importantes:

  • Procure verificar se a empresa possui CNPJ e se está devidamente registrada nos órgãos competentes, como na Comissão de Valores Mobiliários (CVM);
  • Verifique informações do negócio na internet – se possível acompanhando o que consumidores falam sobre a empresa;
  • Avalie a viabilidade dos produtos e serviços oferecidos – e do negócio em si;
  • Redobre atenção quando, em treinamentos ou reuniões, o foco se mantenha no recrutamento. Em geral, concentrar o foco nas estratégias para atração de investidores ao invés das vendas é característico das pirâmides financeiras.

Pirâmides financeiras famosas no Brasil e no exterior

Existem incontáveis casos de pirâmides financeiras famosas no Brasil e em diversos outros lugares do mundo. Inclusive, é bastante provável que você já tenha ouvido falar sobre alguns deles.

Confira alguns dos mais famosos casos de golpes financeiros no país e no exterior:

JJ Invest

O escândalo da JJ Invest pegou investidores de surpresa no início de 2019, quando a Polícia Federal descobriu que a tentadora proposta de ganhos mensais de 5% a 10% oferecida pelo escritório era, na verdade, um esquema de pirâmide.

A empresa não tinha regulamentação junto à CVM e muitos investidores perderam milhões de reais investidos. Ao todo, o esquema fraudulento resultou em um prejuízo próximo a R$ 200 milhões.

Fazendas Reunidas Boi Gordo

Outro caso de pirâmide financeira no Brasil aconteceu nos anos de 1990, quando as Fazendas Reunidas Boi Gordo atraíram investidores interessados em lucros superiores a 40% a partir da suposta criação de gado.

No entanto, o tentador investimento era, na verdade, um golpe. Mais de 30 mil investidores foram enganados e perderam seu capital. A falência do negócio ocorreu apenas em 2004.

Esquema Ponzi

Um dos principais esquemas fraudulentos de pirâmide em todo o mundo, o esquema Ponzi ocorreu nas primeiras duas décadas de 1900 – sendo considerado por muitos o maior caso de fraude do século XX.

O golpe teve início com o italiano Charles Ponzi, que atraia investidores para sua pirâmide financeira a partir da promessa de altos lucros com a negociação de selos postais. O negócio, no entanto, era insustentável – sendo mantido a partir de novos investidores.

Com o tempo, o esquema ruiu – e pessoas de todo o mundo perderam boa parte do seu patrimônio.

Bernard Madoff

Mais um caso famoso de pirâmide financeira, desta vez envolvendo um famoso gestor financeiro de Wall Street. Utilizando o método de Ponzi, Madoff atraiu milhares de investidores – inclusive grandes empresários e celebridades – para um negócio fraudulento.

O resultado da quebra da pirâmide foi um dos maiores escândalos de golpes financeiros de todos os tempos. Madoff trouxe um prejuízo estimado em 20 bilhões de dólares aos investidores e foi condenado a mais de 150 anos de prisão no ano de 2009.

É importante destacar que, no Brasil, as pirâmides financeiras também são consideradas crime.

Golpes financeiros: como evitar?

Como você pode perceber, cair em golpes financeiros pode resultar em grandes perdas financeiras – acarretando muitos outros problemas, inclusive psicológicos. Portanto, a melhor maneira de evitar este tipo de situação é se precavendo.

Confira algumas dicas para evitar ser enganado e cair em golpes financeiros:

  • Avalie a relação risco-retorno e tenha em mente que não há oportunidades de ganhos sem altos riscos;
  • Pesquise a respeito da empresa e busque informações que ateste a legalidade do negócio;
  • Não caia em promessas tentadoras de conhecidos, amigos ou parentes que se assemelham a uma pirâmide financeira;
  • Procure aprender mais sobre investimentos no mercado financeiro e considere alternativas tradicionais de investimento – como a renda fixa e a renda variável;
  • Maneje seus riscos, jamais “colocando todos os ovos na mesma cesta”. Diversifique seus investimentos, de acordo com seu perfil e objetivos.

Seguindo estas dicas ficará muito mais fácil se proteger de golpes financeiros e não cair em esquemas de pirâmide financeira.

Precisa de ajuda para acumular patrimônio de maneira legal e muito mais segura, por meio de investimentos no mercado financeiro? Então deixe seu comentário que entraremos em contato!

One thought on “Pirâmide financeira: o que é e como não cair nesta armadilha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *