O que é Bacen e qual sua importância para investidores?

Diversas instituições trabalham em conjunto para que a economia brasileira funcione em ordem e de forma equilibrada. Se você acompanha os noticiários do mercado financeiro, talvez já tenha ouvido falar no Banco Central do Brasil. Mas afinal, o que é Bacen?

A entidade figura entre as mais importantes do país e tem funções essenciais para a segurança da população brasileira. Graças à atuação dessa instituição, o sistema financeiro é regulado e se organiza adequadamente.

Neste artigo, você entenderá o que é Bacen e por que a autarquia é tão importante para a economia e para os investidores. Vamos lá?

O que é Bacen?

Bacen é a sigla para Banco Central do Brasil – uma autarquia nacional com autonomia. Ou seja, a entidade não está subordinada a um ministério, Governo ou outro órgão público, embora seja vinculada.

O Bacen foi criado em 1964, mais de 20 anos após o estabelecimento da Superintendência da Moeda e do Crédito. Antes disso, o mercado financeiro brasileiro não era regulamentado por nenhuma instituição.

Esse problema afetava pessoas físicas e jurídicas no país. Foi a partir da criação e implementação do Bacen que a política monetária e a economia brasileira passaram a ter uma política executada e independente.

Como ele funciona?

Depois de entender o que é Bacen, é importante conhecer sua função no mercado. O funcionamento do Banco Central do Brasil está especialmente relacionado à atuação de comissões e comitês especiais.

As comissões são formadas por especialistas na área e favorecem as tomadas de decisões sobre a política monetária brasileira. Isso permite que o Bacen organize e realize todos os deveres que são essenciais em sua atuação.

A estrutura da entidade conta com um presidente, indicado pelo chefe do Poder Executivo Federal. Ainda assim, a atividade do Bacen é independente e abrange critérios técnicos, bem como critérios gerais da economia.

Quais são as principais atribuições do Bacen?

O Bacen é o principal executor das diretrizes do Conselho Monetário Nacional e é responsável por assegurar o poder de compra da moeda nacional. Entre os seus objetivos, estão:

  • manter as reservas internacionais em nível adequado;
  • zelar pela adequada liquidez da economia;
  • prezar pela estabilidade e promover o constante aperfeiçoamento do sistema financeiro.

Já entre as suas atribuições, podemos citar:

  • emitir papel-moeda e moeda metálica;
  • executar os serviços do meio circulante;
  • exercer o controle de crédito;
  • autorizar o funcionamento das instituições financeiras e fiscalizá-las;
  • controlar o fluxo de capitais estrangeiros no país;
  • efetuar operações de compra e venda de títulos públicos federais;
  • vigiar a interferência de outras empresas nos mercados financeiros e de capitais.

Você entenderá como essas atribuições influenciam na vida dos investidores a seguir.

Qual é a importância do Banco Central?

Como você viu, o Bacen é muito importante para a economia, para população e também para os investidores. Entender o papel da instituição no cenário nacional é fundamental para saber como ela afeta a vida de todos os cidadãos.

Veja, com mais detalhes, quais são os principais pontos de relevância do Bacen nos seguintes âmbitos:

Inflação

Um caráter importante da atuação do Bacen está no controle da inflação e na garantia da manutenção do poder de compra dos brasileiros. Por esse motivo, o Banco Central é considerado um dos maiores responsáveis pela política inflacionária do país.

Controlar a quantidade de moeda disponível é uma das formas de garantir o equilíbrio da inflação. Quando a inflação está baixa, por exemplo, ou caminhando para uma deflação, pode haver o aumento de dinheiro na economia. Em um cenário de alta, ocorre o oposto.

O objetivo do Bacen é atingir a meta proposta para a inflação, de forma a evitar que o avanço inflacionário faça com que os cidadãos percam o poder de compra. Com isso, os investimentos atrelados a esse indicador também são afetados.

Taxa básica de juros

O Bacen também atua sobre a taxa de juros do Brasil, com o objetivo de ter um melhor controle da inflação. A definição da taxa básica de juros da economia, a Selic, ocorre por meio do Comitê de Política Monetária (Copom), que integra o Banco Central.

As reuniões entre os integrantes do Copom ocorrem a cada 45 dias. Nelas, acontece a definição do futuro da taxa Selic. Como a taxa é um importante benchmark para diversos produtos do mercado financeiro, o resultado de alguns investimentos também é afetado.

Se o Copom reduzir a Selic, normalmente está tentando estimular a economia — o que costuma acontecer quando a inflação está controlada. Já o aumento dos juros tende a ser associado ao controle inflacionário, pois torna o crédito menos acessível.

Sistema financeiro

Entre as principais responsabilidades do Banco Central estão o controle e o equilíbrio do Sistema Financeiro Nacional (SFN). A entidade deve garantir, de forma geral, que o funcionamento do SFN ocorra dentro das regras e boas práticas estabelecidas.

É o Bacen que permite o funcionamento de diversas instituições financeiras, como bancos de investimento e administradoras de consórcio. Ele trabalha, ainda, para manter uma relação justa entre os clientes e as instituições.

Embora os bancos, por exemplo, possam fazer negociação dentro de certas condições, não é permitido que as práticas sejam abusivas. A possibilidade de controlar isso existe justamente devido às regras definidas pelo Bacen.

Políticas financeiras

Mais uma função do Banco Central do Brasil é planejar e implementar a política cambial, monetária e de crédito no país. Em relação ao câmbio, a autarquia monitora a queda ou a valorização das moedas, com destaque para o Dólar.

Se o câmbio norte-americano aumentar, por exemplo, o Bacen tende a vender parte dos seus Dólares para elevar a oferta no mercado e reduzir o valor. O objetivo dessa atitude é tentar conter a desvalorização abrupta do Real.

Fiscalização

Por fim, o Bacen tem grande importância na fiscalização de operações diversas. Além de estabelecer regras para equilibrar a relação no mercado financeiro, a instituição faz o acompanhamento para entender se tudo está sendo executado conforme o esperado.

Quando um banco de investimento ou uma corretora de valores age incorretamente, por exemplo, o Bacen pode atuar para que o problema seja corrigido. Ele pode até mesmo aplicar punições, como a revogação da autorização de funcionamento.

Como vimos, entender o que é Bacen é importante tanto para quem investe quanto para a população em geral. A instituição tem atribuições essenciais na economia e ajuda a garantir, juntamente com outros órgãos, o direito dos investidores e a segurança da economia!

Gostou do conteúdo? Então assine a newsletter para receber outros artigos relevantes sobre o mercado financeiro diretamente no seu e-mail!

André Barbirato

Formado em marketing, encontrou no mercado financeiro sua verdadeira vocação. Possui certificação ANCORD e mais de 8 anos de experiência no mercado de capitais. Atualmente é sócio de um escritório de investimentos e head de mesa de renda variável. É também o criador do blog Eu Posso Investir!?.

Um comentário em “O que é Bacen e qual sua importância para investidores?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *