Onde e como investir 100 mil reais? Descubra agora!

A decisão de como fazer os investimentos e montar uma carteira não é fácil. Ela depende de diversos fatores, como seus objetivos em relação à rentabilidade e à segurança. Nesse sentido, você pode se perguntar: onde investir 100 mil reais?

Há diversas opções para um patrimônio desse tamanho. Por isso, é interessante conhecê-las e avaliar quais são as alternativas mais vantajosas. Apesar de ser o investimento mais popular no Brasil, a poupança não é o melhor caminho disponível.

Quer conhecer as opções disponíveis no mercado e saber como decidir? Então continue a leitura e entenda o que você deve considerar na hora de investir 100 mil reais!

Por que desenvolver um planejamento antes de investir?

Em primeiro lugar, é preciso que haja uma razão para investir dinheiro. Então considere, antes de fazer seus aportes, investigar o que você realmente quer como fruto dos seus investimentos. Pergunte-se, por exemplo:

Depois, tome nota das respostas. Perguntas assim revelarão o caminho que você deverá trilhar para conseguir suas realizações. É importante compreender que, sem um planejamento bem elaborado, fica difícil conseguir resultados desejáveis.

O que considerar em um plano de investimento?

Uma vez que você tenha esclarecido as principais razões do seu planejamento, é preciso seguir adiante para montar um plano voltado ao investimento. A partir dele, as alternativas de onde investir 100 mil reais ficarão mais evidentes.

Confira alguns elementos fundamentais a avaliar!

Perfil de investidor

Um dos pontos mais relevantes é conhecer sua tolerância a riscos. É preciso que você descubra qual é o seu perfil de investidor e entenda quais serão as prioridades na montagem da carteira. Tradicionalmente, são três possibilidades:

  • conservador;
  • moderado;
  • e arrojado.

Enquanto o investidor conservador busca proteger o capital acima de tudo, o investidor arrojado tem o foco na otimização do potencial de rentabilidade — assumindo maiores riscos para isso.

O investidor moderado, por sua vez, tem um comportamento médio entre esses extremos. De maneira prática, pode ser entendido como aquele que arrisca um pouco mais, a fim de buscar retornos superiores aos da carteira conservadora.

Objetivos

Depois que você entende quais são suas prioridades na escolha do melhor investimento, é necessário esclarecer qual exatamente é seu objetivo. Isso vai determinar as estratégias para conquistá-lo — e também tem relação com o risco.

Por exemplo, se o seu objetivo é alocar sua reserva de emergência, é preciso buscar segurança e liquidez. Já se o intuito for garantir a aposentadoria, as estratégias podem ser diferentes, podendo haver abertura para mais risco.

Prazo de investimento

Naturalmente, quando você identifica seus objetivos, os prazos surgem como um elemento central. Uma viagem a ser feita daqui um ano, por exemplo, é diferente do plano de custear a faculdade do filho daqui a décadas.

Nesse sentido, junto com o perfil e os objetivos, o prazo é um fator que influencia a decisão de onde investir 100 mil reais. Suas escolhas devem ser feitas considerando o período em que pretende resgatar o dinheiro ou vender seus ativos.

Onde investir 100 mil reais?

Finalmente, quando o mais importante estiver esclarecido, é o momento de avaliar as opções de investimentos. Na análise das alternativas, sua visão depende de um planejamento rigoroso que considere seu perfil e seus objetivos pessoais.

Quem tem 100 mil reais disponíveis pode diversificar bastante as escolhas, tendo uma carteira mais equilibrada. Isso porque a diversificação de uma carteira de investimento permite combinações únicas para todos os tipos de investidores.

Confira algumas opções que o mercado financeiro oferece!

Renda fixa

Produtos de renda fixa são aqueles que apresentam uma lógica de rentabilidade predefinida na hora da aplicação. Por conta da maior segurança e previsibilidade, é um grupo de investimento mais indicado para quem tem perfil conservador ou para objetivos de curto prazo.

Nessa categoria, a rentabilidade geralmente é limitada pelo período de investimento. Portanto, aplicações de liquidez imediata costumam ter menores margens de retorno ou graus de risco mais elevados para resgates antes do vencimento.

Títulos do Tesouro Nacional estão entre os produtos mais populares por serem os mais seguros do país e terem alta liquidez. Mas há também títulos privados — que podem apresentar maior rentabilidade, junto de riscos um pouco maiores.

É possível encontrar aplicações em renda fixa com percentuais de rendimento prefixados, pós-fixados ou híbridos. Esses últimos acompanham indicadores como taxa Selic e IPCA (Índices de Preços ao Consumidor Amplo); já os primeiros apresentam uma taxa fixa.

Nessa classe de ativos, alguns exemplos são:

  • Tesouro Selic;
  • Tesouro IPCA+;
  • CDBs (certificados de depósito bancário);
  • LCIs e LCAs (letras de crédito imobiliário e do agronegócio);
  • Debêntures;
  • Fundos de renda fixa.

Renda Variável

Investimentos em renda variável abrem um leque de possibilidades aos investidores, mas envolvem maior risco e demandam conhecimento para reduzi-los. Afinal, são ativos e modalidades de investimento que passam por volatilidade e podem ter rendimento positivo, mas também causar prejuízos.

Sabendo disso, é preciso estudar com cautela as opções da categoria para montar uma carteira inteligente e lucrativa. Além disso, é preciso considerar a diversificação e evitar colocar todo o patrimônio em risco ao decidir onde investir 100 mil reais.

Como alternativa da renda variável, podem ser citados:

  • Ações;
  • Fundos de ações;
  • Fundos imobiliários;
  • Fundos multimercados;
  • ETFs (exchange traded fund);
  • BDRs (brazilian depositary receipts).

Como decidir onde investir?

Ao considerar as opções apresentadas neste artigo, se torna mais fácil procurar por aquelas que se adéquam melhor ao seu perfil e objetivos. Lembre-se de diversificar a carteira, de modo a diluir os riscos entre alternativas variadas e aumentar seu potencial de retorno.

Para investir, você precisará ter conta em um banco de investimentos, a partir do qual poderá fazer os aportes. Além disso, pode contar com o apoio de uma assessoria de investimentos, que apresenta e explica os investimentos — e tira suas dúvidas sobre o tema.

Como você viu, é uma grande responsabilidade decidir onde investir 100 mil reais. Mas, com cautela e planejamento, as chances de conseguir um retorno alinhado aos seus objetivos são maiores. Portanto, investigue as alternativas para descobrir quais as melhores opções para você!

Gostou de aprender o que avaliar antes de investir 100 mil reais? Então conte nos comentários quais investimentos chamaram mais sua atenção e aproveite para esclarecer as dúvidas que tiver entrando em contato com a nossa equipe!

André Barbirato

Formado em marketing, encontrou no mercado financeiro sua verdadeira vocação. Possui certificação ANCORD e mais de 8 anos de experiência no mercado de capitais. Atualmente é sócio de um escritório de investimentos e head de mesa de renda variável. É também o criador do blog Eu Posso Investir!?.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *