O que é o P/L de uma empresa e qual a importância para investidores?

Quem investe em ações visando o longo prazo geralmente faz uso da análise fundamentalista para tomar as suas decisões. Isso porque os indicadores trazem informações relevantes sobre o fundamento de uma companhia, facilitando a escolha das melhores ações para a carteira.

Existem variados indicadores fundamentalistas — e um dos mais utilizados pelos profissionais de mercado e investidores é o P/L. Através dele já é possível filtrar companhias, de modo a encontrar aquelas mais alinhadas ao seu perfil e objetivos. Mas você sabe o que é ou como calcular o P/L de uma empresa?

Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe este artigo até o final e conheça o que é o P/L de uma empresa e qual a sua importância para os investidores!

Vamos lá?

O que é o P/L de uma empresa?

Muitos fatores devem ser analisados para a escolha de uma ação para compor o seu portfólio. No entanto, a possibilidade de retorno tende a ser um dos principais aspectos a avaliar.

Afinal, qual seria a vantagem de correr o risco da renda variável se, por exemplo, o investimento tivesse um retorno igual ou inferior ao de renda fixa? Dessa forma, o P/L é um indicador fundamentalista que permite que o investidor avalie o potencial de uma ação.

Isso porque o cálculo leva em consideração o preço da ação e o lucro acumulado (por ação) pela empresa em um período de doze meses. Nesse sentido, o P/L — ou preço/lucro — é a divisão do preço do papel pelo lucro da companhia.

O preço da ação se relaciona ao quanto ela está sendo negociada no mercado. Já o termo lucro por ação diz respeito a uma média dos resultados da empresa por papel emitido.

Imagine que um investidor ao realizar o cálculo do P/L encontrou como resultado o número 8. Isso significa que o atual preço do ativo representa oito vezes o lucro gerado pela companhia nos últimos 12 meses.

É importante saber, ainda, que o indicador P/L (preço/lucro) não se confunde com o PL (patrimônio líquido) da empresa. Esse último faz parte do balanço patrimonial de uma companhia, apontando a diferença entre bens e obrigações de um negócio — outra informação relevante de ser analisada.

Qual a importância do P/L para investidores?

Após conhecer o que é o P/L, é importante entender sua efetiva função para o investidor e como isso pode ajudá-lo na escolha de uma ação. De modo geral, a leitura do P/L tende a indicar a forma em que o mercado vê determinada companhia.

Normalmente, quanto maior for o resultado dessa equação maior serão as expectativas do mercado em relação ao crescimento da organização ao longo do tempo. Essa é uma informação de bastante relevância para quem quer investir em ações — especialmente no longo prazo.

Uma das principais funções do P/L é mostrar como o mercado está precificando o lucro da empresa. Isso acontece porque o preço de uma ação é volátil e também observa a lei da oferta e demanda. Assim, o mercado pode, em algum momento, estar supervalorizando a ação, por exemplo.

Comprar uma ação por preço maior do que ela vale pode não ser uma boa escolha. Já caso o P/L de uma companhia esteja baixo, pode indicar que a ação esteja subprecificada. Nesse cenário, é possível que seja uma boa oportunidade, pois ela pode apresentar valorização maior no futuro.

O P/L de uma empresa também pode ser usado para fazer comparações com outras companhias do mesmo setor. Assim, você poderá avaliar o interesse do mercado acerca de cada uma delas e escolher aquela com maiores perspectivas de crescimento no futuro.

Além disso, o indicador aponta a quantidade estimada de anos (ou exercícios) necessários para o investidor recuperar o capital aportado. Todas essas informações trazidas pelo P/L fazem com que ele seja um dos elementos mais importantes da análise fundamentalista de ações.

Como calcular o P/L?

Agora que você sabe o que é o P/L e sua importância para o investidor, é preciso aprender a fazer o cálculo para poder escolher melhor seus investimentos. Mas, antes disso, é importante conhecer os conceitos específicos por trás do preço por ação e lucro por ação (LPA).

Preço por ação, como já visto, é a quantia em dinheiro que o mercado paga pelo papel. Isto é, o preço que ela está sendo negociada naquele momento. Por outro lado, o lucro por ação (LPA) é a divisão do lucro líquido de uma companhia em um período pelo total de ações emitidas.

O preço da ação pode ser encontrado através do home broker do seu banco de investimentos, por exemplo. Já o lucro por ação (LPA) pode ser encontrado nos relatórios contábeis de divulgação obrigatória pelas empresas listadas em bolsa.

Ao identificá-los basta aplicar a seguinte fórmula:

P/L = Preço da ação / Lucro por ação (LPA)

Não há um valor de P/L padrão, tudo dependerá da sua disposição de pagar pelos lucros da companhia. Quanto maior for suas expectativas sobre o crescimento do negócio, maior tende a ser sua régua de escolha, mas nada o impede de optar por empresas com baixo P/L.

Quais outros indicadores podem ser utilizados em conjunto com o P/L?

Como você viu, calcular o P/L de uma empresa pode ser de grande ajuda na hora de compor uma carteira de ações. No entanto, ele não deve ser utilizado isoladamente, já que apresenta apenas uma informação sobre o ativo.

A proposta da análise fundamentalista é verificar o contexto de uma empresa sob diversas óticas. Com isso, será possível identificar diversas informações sobre a sua saúde financeira, gestão, expectativas, entre outras.

Alguns indicadores que podem incrementar a sua análise são:

  • dividend yield (DY);
  • preço/valor patrimonial por ação (P/VPA);
  • retorno de investimento (ROI);
  • lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda);
  • entre outros.

Porém, a escolha pelas informações que serão analisadas é individual. Logo, compete a cada investidor identificar quais são os indicadores mais relevantes para analisar antes de investir em uma ação na bolsa de valores. Eles devem atender ao seu perfil de investidor e objetivos financeiros.

Agora que você sabe o que é e como calcular o P/L de uma empresa, pretende se valer dele ao investir em ações? Não se esqueça de cumular sua análise com outros indicadores fundamentalistas. Assim, você terá informações para escolher boas ações e tomar as melhores decisões de investimento!

Quer ter acesso a relatórios de análise completos, produzidos pelo melhor time de research do Brasil? Então entre em contato conosco e descubra como contar com esse suporte!

André Barbirato

Formado em marketing, encontrou no mercado financeiro sua verdadeira vocação. Possui certificação ANCORD e mais de 8 anos de experiência no mercado de capitais. Atualmente é sócio de um escritório de investimentos e head de mesa de renda variável. É também o criador do blog Eu Posso Investir!?.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *